04 outubro 2013

Coisas para fazer antes do fim do mundo (Paulo José Mendonça)

No dia 21 de dezembro de 2012 a humanidade assistiu enfadada, ao pior fim de mundo de sempre. Alguns poderão dizer que exagero ao falar assim. Que mau seria se o mundo tivesse acabado mesmo. Mas, admitamos. Foi fraquinho”.



Passear pela sessão de ebooks grátis, na amazon brasileira, vez por outra rende bons encontros. Foi lá que eu encontrei.

O título era atraente, mas eu não fazia ideia da história que iria encontrar nem que o autor era português, o que me mostrou que essa descoberta da literatura portuguesa está sendo cada vez mais divertida.

Coisas para fazer antes do fim do mundo traz a história de Laureando Pevide, um homem de 32 anos, desiludido com a vida e o amor, que faz planos para encarar o fim do mundo em grande estilo. Encantado pelas histórias de seu pai sobre Badajoz, na Espanha, ele resolve que é lá que verá o mundo ruir no dia 21 de dezembro de 2012.

Tudo estaria perfeito se não fosse um pequeno detalhe: Laureando não tinha dinheiro. Mas, tinha um plano: roubar um banco em Lisboa, porque, afinal, lá é que há dinheiro.

Desse modo, vamos acompanhando a saga de Laureando, que descobre, ao mesmo tempo, as falhas de seu plano e a indiferença anestesiada do mundo.
O conto é curto, com pitadas de sarcasmo e uma aura de desencanto. Esperei um tempo antes de fazer essa resenha, pois, num primeiro momento a história não me captou, mas, também, não saiu da minha cabeça. Li três vezes e, a cada vez ficava melhor. Coisas para fazer antes do fim do mundo nos convida a passear pelas sutilezas dos encontros e compartilhar a amargura do personagem, um cavaleiro trajado de frágil armadura, munido de sonhos vazios, caminhando num mundo esmaecido.




Nenhum comentário: