14 setembro 2012

Do seu lado (Fernanda Saads)


Olá pessoas!

Na resenha passada eu falei de Papéis Avulsos. Li Machado de Assis como um remédio para a leitura arrastada e morna que estava sendo O Diário de Jack O Estripador. Sabendo da potência de Machado, foi tiro e queda. Mais coisas do querido eu tivesse, mais leria, mas minhas leituras de Machado foram feitas, em sua maioria, de livros emprestados da biblioteca da escola/faculdade. 

Busquei então uma leitura mais simples, algo divertido, que pudesse me servir de passatempo e assim cheguei até Do seu lado, romance da autora Fernanda Saads, enviado como cortesia pela editora Novo Conceito.

Por favor, não pensem que a escolha do livro e minha definição acima tenha algo de desrespeitoso, ok. Ao contrário. A autora define seu romance como um chick-lit, seu gênero favorito e,  naquele momento, era do que eu precisava: uma especie de literatura pra descansar a cabeça, onde eu não tivesse que me questionar.

Enredo:

Sarah era namorada de Bruno. Traída por ele, tudo que ela gostaria seria revê-lo e mostrar como está bem. Uma doce vingança não cairia nada mal. Sarah é amiga de Igor, um jovem bonito e brilhante. Um gentleman. Um belo dia Sarah descobre que os desejos podem virar realidade e vai precisar tomar sérias decisões em sua vida.

Com a leitura da primeira linha, não consegui parar até cerca do sétimo capítulo. Achei a escrita de uma fluidez muito bacana, com diálogos rápidos, leves, interessantes e atraentes. Gostei muito do personagem Igor e ele, mais do que a protagonista, foi o que me fez correr as páginas. Entretanto, enquanto a leitura prosseguia a minha empolgação foi caindo vertiginosamente. 

Gente, a personagem Sarah é uma mala sem alça! E o Bruno?! Affff cada vez que ele dizia “princesa”, eu sentia ânsia de vômito. Lembram do Butch com a Marissa? Esse casal aqui foi muito pior. Ainda assim não pensei em abandonar o livro, pois queria muito saber do desfecho.

Lá na conclusão, a história voltou a ter fôlego, em especial pela presença de outra personagem muito divertida e que me ajudou muito a terminar a leitura.

Do seu lado é um livro bem escrito, um bom entretenimento, mas eu não o releria e sei que, daqui a algum tempo (que não será longo...) já terei esquecido da história. Essa minha impressão pode se dever ao fato de não ter me identificado com chick-lits. De repente...pessoas que gostam desse tipo de literatura podem se deliciar, afinal, como eu disse: a escrita da Fernanda Saads é muito boa.

Um beijo e até mais!

Nenhum comentário: